Notícias e Atualidades Sobre Tecnologia

desenvolvimento-de-sites-blumenau
O que é Mordida Cruzada?

O que é Mordida Cruzada?

A mordida cruzada, também conhecida como mordida invertida, é um problema bucal relativamente comum, que surge na maioria das vezes durante a infância, mas que quando não tratado nessa fase, pode evoluir para a fase adulta e ocasionar no desenvolvimento de outros problemas.

Caracterizada por um desalinhamento dos dentes podendo ser tanto na arcada inferior quanto na superior, ocorre por conta de uma distorção na mordida, fazendo com que os dentes não se encaixem corretamente, sobrepondo uns aos outros e deixando o queixo levemente inclinado para frente.

Existem dois tipos, sendo a mordida cruzada anterior, onde o desalinhamento ocorre só ao nível anterior dos maxilares, ou seja, só de um dos lados (sendo a mais comum) e a mordida cruzada posterior, quando os dentes superiores da parte de trás se fecham ‘’por dentro’’ dos dentes inferiores.

Dentro desses dois tipos existem algumas subdivisões: a mordida cruzada bilateral, unilateral, dento alveolar, esquelética ou funcional, cada uma com suas especificidades mas tendo em comum o desalinhamento dos dentes.

Geralmente a mordida cruzada é bem perceptível, salvo casos onde ela pode passar despercebida quando os dentes são aparentemente alinhados, mas se deslocam incorretamente no momento da mastigação.

É mais comum que sua origem seja hereditária, mas também pode ser causada por hábitos excessivos como chupar o dedo ou chupeta, perda precoce dos dentes, uso prolongado de mamadeiras, e atraso no processo de oclusão e crescimento dental.

Além dessas causas, estudos recentes publicados pela Revista CEFAC apontam que a mastigação unilateral (quando é utilizado só um lado da boca durante a mastigação) pode contribuir para o surgimento de casos de mordida cruzada, principalmente em crianças.

Quais problemas a mordida cruzada pode causar?

Além de fatores estéticos, visto que, por conta assimetria facial a autoestima tende a ser comprometida, a mordida cruzada pode causar alguns problemas, começando pelos desconfortos:

  • Dor na mandíbula;
  • Gengivas recuadas;
  • Dentes soltos;
  • Sensibilidade.

E a longo prazo, podem evoluir para tensão dos músculos, causando dor no pescoço e dores de cabeça.

Quando desenvolvida na infância, a mordida cruzada atrapalha o crescimento dos ossos faciais, e segundo o dentista de canal, esse desalinhamento reflete na mastigação, respiração e até mesmo na fala da criança.

Enquanto na fase adulta, pode ocasionar outros problemas como o bruxismo, fratura e perda dentária, retração gengival e comprometimento das articulações da boca.

Existe tratamento para mordida cruzada?

Felizmente, como qualquer outro problema bucal de desalinhamento dos dentes, pode ser tratada em consultório odontológico 24 horas, e no caso da mordida cruzada, existe mais de um tratamento para correção, podendo ser através do uso de aparelhos ou realização de cirurgia.

O tratamento mais recomendado é o uso de aparelhos para estimular o crescimento da maxila e fazer com que ela se ajuste corretamente à arcada inferior, e quanto mais cedo forem usados, mais rápido será o tratamento, que normalmente dura em torno de 6 a 24 meses, variando de pessoa para pessoa.

Outra opção de tratamento disponível em clínicas que oferecem implante com carga imediata e outros serviços, é o expansor de palato, como o próprio nome já diz, tem função de expandir a arcada dos dentes superiores e pode contribuir com um tratamento de mordida cruzada, sendo um tipo de tratamento feito em conjunto com os aparelhos dentais.  

Já em casos mais avançados, quando é necessário reposicionar o maxilar para corrigir a mordida cruzada, pode ser necessário realizar uma intervenção cirúrgica como a cirurgia crânio maxilo facial.

É importante frisar que nos casos em que a diferença entre as duas arcadas é muito grande e quando o desalinhamento já se encontra muito evidente, o tratamento cirúrgico pode ser a única solução eficaz ao invés do uso de aparelhos, podendo ser realizado somente na fase adulta.

De forma geral, a mordida cruzada não é um problema grave quando diagnosticada previamente por um especialista, e quando diagnosticada, o dentista solicita exames após uma avaliação clínica para indicar o tratamento mais adequado de acordo com o grau do problema e as necessidades de cada paciente.

Vale reforçar a importância de manter visitas regulares à clínica de ortodontia, tanto para evitar que efeitos mais graves relacionados à mordida cruzada, quanto para identificá-la ainda no início, além de prevenir o desenvolvimento de outros problemas que afetam a saúde bucal.
Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Posts Recentes